terça-feira, 9 de junho de 2009

Vídeo Angra dos Reis e Paraty

video

Imagens de Angra dos Reis e Paraty no litoral sul fluminense. Produzido para a disciplina Produção de Mídias em Bibliotecas Escolares do Curso de Pós-graduação em Bibliotecas Escolares e Acessibilidade da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Ética Acadêmica e Profissional

Caros leitores comprometidos com a moral e a ética acadêmica e profissional:
Em 2005 e 2006 realizei uma pesquisa que resultou no meu projeto e posteriormente no meu Trabalho de Conclusão de Curso(TCC) pelo qual recebi Conceito A da Banca e o título de Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Analisei o Metrô de São Paulo e investiguei os serviços oferecidos pela Biblioteca Embarque na Leitura e os benefícios proporcionados aos usuários, comparei com o Trensurb que não oferecia serviço similar e investiguei a viabilidade de implantação de Bibliotecas à exemplo do Metrô de São Paulo, a aceitação e os benefícios que poderiam proporcionar aos cidadãos, assim como foi enfatizada a visibilidade que representaria ao Trensurb e aos patrocinadores comprometidos com ações de responsabilidade sócioambiental no contexto em que atuam.
Concluiu-se que o projeto era exequível e foi sugerido, nas Considerações Finais do TCC, que o Trensurb também oferecesse Bibliotecas nas Estações do Trem.

O Título do meu TCC é: Viagem de Trem para o Livro: projeto de transformação social, foi publicado em janeiro de 2007, e está armazenado em CD-Rom e papel na Biblioteca da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS. Foi enviada cópia do TCC ao Trensurb, por e-mail.
Lamentável o fato do Trensurb implantar o projeto sem qualquer consideração à autoria da pesquisa, desenvolvida com seriedade e dedicação, pelo periodo de 18 meses.



Acho que o e-mail "transcrito" abaixo traduz o que estou sentindo.


--- Em qui, 11/12/08, escreveu:

Assunto: Enc: CONVITE
Para: "Gislaine (Gisa) Brum"
Data: Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2008, 23:41

Gisa, querida
tu recebeste este Convite??????????
Por acaso não é o teu TCC?
Se for, podes imprimir...e participar do Projeto que tu criaste!
Sem aplauso, mas com desprezo!
Eu jamais participaria de uma "nojeira" dessas!
Bjos


Oi amada!
Sim, é o meu TCC :(
E fiquei muito triste e decepcionada ao saber que não fui informada sobre a implantação nem convidada para participar. Enviei um e-mail ao Diretor de Comunicação do Trensurb, mas ele não me respondeu.
Feliz por que sei que os cidadãos Porto-alegrenses, que utilizam esse meio de transporte, serão beneficiados e porque consegui construir algo com a minha pesquisa e isso é muito mais importante que qualquer reconhecimento.
Vou tentar ir, mas temos aula da pós-graduação, não sei se a professora vai me liberar.
Obrigada! Beijão,
Gisa

Gislaine Brum Martinez
Bibliotecária
CRB 10/1812


USUÁRIOS DA TRENSURB GANHAM SUA PRIMEIRA BIBLIOTECA, NA ESTAÇÃO MERCADO
Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2008

USUÁRIOS DA TRENSURB GANHAM SUA PRIMEIRA BIBLIOTECA, NA ESTAÇÃO MERCADONesta sexta, 11, a partir das 16h, na Estação Mercado, será realizada uma ação de divulgação nos trens junto ao público usuário.E a partir desta segunda-feira, 15, os 170 mil usuários que utilizam o metrô, dos municípios de Porto Alegre, Canoas Esteio, Sapucaia do Sul e São Leopoldo terão acesso a primeira biblioteca, localizada na plataforma de embarque da Estação Mercado, uma parceria da Trensurb, Instituto Brasil Leitor e a VisaNet Brasil.

A capital dos gaúchos vai receber uma nova alternativa de cultura e lazer. No dia 15 de dezembro, às 15h, a Trensurb, o Instituto Brasil Leitor e a VisaNet Brasil, por meio da marca Visa, inauguram a primeira biblioteca Livros sobre Trilhos na Estação Mercado, em Porto Alegre. Para o diretor-presidente da Trensurb, Marco Arildo Cunha, "com a biblioteca na Estação Mercado agregaremos mais um atividade cultural à rotina de nossos usuários, fortalecendo a visão da empresa comprometida com ações na área da responsabilidade socioambiental". O diretor geral do Instituto Brasil Leitor, William Nacked, criador e gestor do projeto, diz que “as bibliotecas instaladas dentro do metrô provam que o brasileiro quer e gosta de ler. Facilitar o acesso aos livros era o que faltava para incentivar a leitura em um mundo moderno e apressado”, explica

Nesta sexta-feira, 12, anterior à inauguração da biblioteca, a Trensurb organiza uma ação de divulgação e incentivo à leitura (arquivo anexo). Cerca de cem livros serão distribuídos na Estação Mercado, da Trensurb, dentro dos vagões do metrô. O acervo inicial da nova biblioteca contará com mais de 2,3 mil livros dos mais diversos estilos: literatura brasileira, auto-ajuda, best-seller, infanto-juvenil, filosofia, religião, ciências sociais, lingüística, artes e história. A estimativa do projeto é chegar a dois mil usuários nos primeiros quatro meses de funcionamento.

A biblioteca Livros sobre Trilhos da Estação Mercado funcionará de segunda a sexta-feira, das 11h às 20h. Para utilizar o serviço é necessário apenas fazer um cadastro, que é gratuito. Os interessados devem apresentar documento de identidade e CPF (original e cópia), juntamente com uma foto 3x4. Também é necessário levar o comprovante de residência atual (original e cópia). Menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais. Os leitores são cadastrados e recebem uma carteira de identificação com foto e código de barra para usar o serviço. A partir daí, podem retirar os livros de seu interesse sem custo nenhum.

Sobre o Instituto Brasil Leitor
O Instituto Brasil Leitor é uma organização sem fins lucrativos (Oscip) para a criação e gestão de projetos de estímulo à leitura e à educação. Entre seus projetos, encontram-se as bibliotecas instaladas dentro da rede metroviária. O IBL mantém unidades em São Paulo, Rio de Janeiro e em Recife. A biblioteca mais antiga é a “Embarque na Leitura”, instalada na Estação Paraíso do Metrô, em São Paulo. Criada em 2004, reúne hoje cerca de 16.700 sócios e mais de 148 mil empréstimos. Depois foram abertas as das estações Tatuapé, Luz, Largo Treze e Santa Cecília, todas na capital paulista. Juntas somam mais de 33.500 associados, que já pegaram emprestados mais de 302 mil livros. O IBL tem ainda Livros & Trilhos nas Estações Central e Siqueira Campos do MetrôRio, no Rio de Janeiro, e “Leitura nos Trilhos”, no Metrô de Recife.

Sobre a VisaNet Brasil
A Companhia Brasileira de Meios de Pagamentos (VisaNet) é a empresa responsável pelo relacionamento com os estabelecimentos comerciais afiliados ao Sistema Visa e pelas transações realizadas com cartões Visa no Brasil. Com esta biblioteca, a VisaNet já totaliza o patrocínio de 6 bibliotecas em metrôs: duas no Rio de Janeiro, uma em Recife e duas em São Paulo.

Sobre a Trensurb
A Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre, vinculada ao Ministério das Cidades, foi criada em 1980, opera uma linha de trens urbanos no eixo Norte da Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA) e atende as populações dos municípios de Porto Alegre, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo. Nos 23 anos de operação comercial tem se preocupado em incentivar ações culturais em suas estações e trens, buscando dessa forma, alterar a rotina dos usuários. Na Estação Mercado, desde março de 2006, está localizada a Galeria Mario Quintana, onde já foram realizadas mais de 20 exposições fotográficas. Em parceria com a Secretaria de Cultura de Porto Alegre a frota de trens apresenta desde 2004 o projeto Poema nos Trens. O apoio a arte popular rendeu a pintura de um trem, através da parceria com a ONG Trocando Idéias, valorizando a arte do grafite. Em 2000 a empresa restaurou o Mural de Clébio Sória, na Estação Mercado, no Centro de Porto Alegre, de frente para a Avenida Mauá. Ali a população pode apreciar um dos maiores murais artísticos do Estado, retratando a História e o Folclore do Rio Grande do Sul. Como precursor das ações culturais da Trensurb, de 2001 a 2004, foi realizado o Projeto Arte nos Trilhos, projeto retomado em dezembro de 2008, tendo sido apresentado na principais estações do metrô 30 peças de teatro, 25 shows musicais e 37 apresentações de dança. Destaca-se, também, como projetos importantes no incentivo a cultura, em 2002, Cotidiano – Intervenções na Trensurb, do artista plástico Leandro Selister e, durante o ano de 2001, Estações em Foco, que reuniu uma mostra fotográfica com oito fotógrafos profissionais e culminou com um concurso fotográfico e a publicação de um livro.

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Projeto Mobiblizador - Bibliotecas Escolares - implantação de uma rede de informações dinâmica e eficaz

O Projeto Mobilizador do Sistema CFB/CRBs propõe o estabelecimento de um amplo esforço nacional, visando promover maior qualidade no ensino público através da criação e implantação de uma rede de informação dinâmica e eficaz. Indica que o país há muito tempo, se recente da falta de
bibliotecas nas escolas, embora dados oficiais mostrem que há um vertiginoso crescimento da oferta de acervo nas escolas de ensino básico em detrimento a promoção de serviços que permitam o acesso aos saberes existentes nas coleções distribuídas. Destaca que a oferta de um serviço eficiente de informação para a formação de autonomia crítica do cidadão brasileiro perpassa pela concepção de uma competência informacional, função também da biblioteca escolar. Aponta as
estratégias a serem adotadas para execução da proposta, com destaque para todos os
possíveis parceiros e responsáveis. Elenca indicadores que permitirão avaliar o projeto.

Leia o Projeto Mobilizador na íntegra e mobilize você também:

http://www.cfb.org.br/PROMOBIL.pdf

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Campanha para melhorar condições de bibliotecas escolares

Autor: Amanda Cieglinski - Agência Brasil
13/9/2008

O Conselho Federal de Biblioteconomia (CFB) lançou a campanha nacional Biblioteca Escolar: Construção de uma Rede de Informações para o Ensino Público. O objetivo é fortalecer esses espaços nas escolas públicas, com acervos e recursos humanos adequados. Segundo a presidente do CFB, Nemora Rodrigues, muitas bibliotecas ainda são meros "depósitos de livros".

"As bibliotecas escolares da rede pública sofrem com o sucateamento, com extremas dificuldades. Justamente aquele espaço que deveria receber atenção especial dos governantes para que os alunos tivessem acesso ao conhecimento acaba desprestigiado. "

O projeto já foi apresentado aos Ministérios da Educação e da Cultura, segunda ela, os principais focos da campanha. Agora a iniciativa busca apoio do setor privado e será lançada também em eventos regionais. Segundo o CFB, muitas vezes os acervos chegam até a escola, mas acabam inutilizados pela falta de um profissional especializado para cuidar da biblioteca.

"Na prática, esses ministérios já enviam recursos financeiros e material para as escolas, mas não há preocupação com recursos humanos. A escola recebe, por exemplo, uma coleção de dicionários, e guarda de dentro de um armário para que não estrague. O acesso não é facilitado ao aluno, portanto há um desvirtuamento" , explica.

Segundo a presidente, o cargo de bibliotecário nas escolas públicas é ocupado na maioria das vezes por professores em desvio de função. "São profissionais com dificuldade de regência de classe e conseqüentemente de atendimento ao público também. As bibliotecas acabam atendidas de maneira precária por professores que não têm um preparo mínimo, nem para questão do incentivo ao hábito da leitura."

Além de profissionais adequados para organizar e administrar as bibliotecas, a campanha defende a modernização desses espaços, que precisam oferecer outros recursos ao públicos.

"A biblioteca escolar precisa ser um lugar dinâmico, agradável, um ambiente em que a criança se sinta estimulada a aprender, compartilhar a sua experiência", defende Nemora. Mais informações sobre a campanha podem ser obtidos no site do Conselho Federal de Biblioteconomia.

http://www.cfb.org.br/

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Dia Internacional da Alfabetização

Hoje o Jornal Nacional também deu ênfase ao assunto Alfabetização e divulgou o projeto de uma ONG Paulista. Não consegui tempo ainda para localizar o arquivo na net...
Aqui chove, não fiquem tristes... :)

http://g1.globo.com/Noticias/Vestibular/0,,MUL752508-5604,00-M+EM+CADA+CINCO+ADULTOS+NO+MUNDO+E+ANALFABETO+DIZ+ONG.html

domingo, 7 de setembro de 2008

Levantamento Bibliográfico - Assunto: Competência Informacional

Levantamento realizado no Scielo.br:

http://www.scielo.br/cgi-bin/wxis.exe/iah/


BIREME/OPAS/OMS - Biblioteca Virtual em Saúde

Base de dados : article
Pesquisa : COMPETENCIA INFORMACIONAL [Assunto]
Total de referências : 5


1/5

Melo, Ana Virgínia Chaves de and Araújo, Eliany Alvarenga de Competência informacional e gestão do conhecimento: uma relação necessária no contexto da sociedade da informação. Perspect. ciênc. inf., Ago 2007, vol.12, no.2, p.185-201. ISSN 1413-9936

2/5

Miranda, Silvânia Vieira. Identificando competências informacionais. Ci. Inf., Ago 2004, vol.33, no.2, p.112-122. ISSN 0100-1965

3/5

Fialho, Janaina Ferreira and Andrade, Maria Eugênia Albino Comportamento informacional de crianças e adolescentes: uma revisão da literatura estrangeira. Ci. Inf., Abr 2007, vol.36, no.1, p.20-34. ISSN 0100-1965

4/5

Miranda, Silvânia. Como as necessidades de informação podem se relacionar com as competências informacionais. Ci. Inf., Dez 2006, vol.35, no.3, p.99-114. ISSN 0100-1965

5/5

Silva, Helena et al. Inclusão digital e educação para a competência informacional: uma questão de ética e cidadania. Ci. Inf., Jan 2005, vol.34, no.1, p.28-36. ISSN 0100-1965

[ Retorna ]

Search engine: iAH powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde

sábado, 6 de setembro de 2008

Uma Referência sobre Competência Informacional

Assunto que me interessa muito, principalmente no projeto que estou desenvolvendo no momento. Disponibilizo aqui o link para o 1° artigo que usei na 1ª atividade das Disciplinas EBEA 001 e 002 do Curso de Especialização em Bibliotecas Escolares e Acessibilidade, o qual li e vou utilizar no meu TCC da pós.

O Movimento da Competência Informacional: uma perspectiva para o letramento informacional
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-19652003000300004&lng=pt&nrm=iso

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Acontece em Angra - FITA - de 06 a 21 de setembro


Mostrando um pouquinho mais da cultura do local onde moro: em Paraty tem a Festa Literária Internacional - a FLIP e em Angra dos Reis acontece a FITA - Festa Internacional de Teatro de Angra.

Confira o evento e a programação da FITA:


http://www.fita.art.br/index.htm

terça-feira, 2 de setembro de 2008

O Lugar de Onde me Conecto ao Mundo


















Aqui é o lugar onde moro e sou feliz, na casinha branca de janelas amarelas, com flores no jardim. Me beneficio da internet diariamente desde 1998. Uso porque gosto e porque preciso. Na vila onde moro não tem supermercado, o mais próximo fica distante 3 km. Na vila também não tem banco, a agência mais próxima fica distante 40 km, a mesma distância fica a livraria mais próxima. O Shopping Center mais próximo fica a 200km e a Universidade também. Já meus 3 filhos, em idade universitária, estão distantes 1500km. E conversamos todos os dias, ora falo com um, ora com outro, e assim estou sempre presente na vida deles, mesmo de forma virtual. Através da internet consigo ajudá-los até nos seus trabalhos acadêmicos.
A internet também é minha ferramenta de trabalho. Aqui, na frente desta tela colorida penso, escrevo, leio, estudo, contato pessoas, respondo e-mails, troco experiências, faço transferências bancárias, pago contas, compro, viajo e me divirto. A internet é mais importante na minha vida do que alguém possa imaginar. Através dela, em um momento extremamente doloroso da minha vida, conheci o meu marido. Trocamos e-mails, depois telefonemas e sempre e-mails, até o dia em que nos encontramos pela primeira vez e nunca mais nos separamos. Então a internet mudou a minha vida. Hoje moro aqui neste lugar porque conheci o meu marido, na internet, que é carioca, engenheiro da central nuclear de Itaorna. E continuamos trocando e-mails todos os dias, nos mantemos atualizados trocando notícias do nosso trabalho, do nosso fazer diário, agendando nossos compromissos... Não consigo imaginar a minha vida sem este recurso, assim como não consigo imaginar a educação sem o uso das tecnologias da informação.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Eletronuclear, Paraty e Angra dos Reis

Para que seja possível conhecer um pouco da Biblioteca do CEAAA considerei importante contextualizar. Então apresento o site da Eletronuclear, empresa que subsidia a escola e torna possível o desenvolvimento da região através da sua Assessoria de Responsabilidade Sócio-ambiental.

http://www.eletronuclear.gov.br/inicio/index.php


Para uma melhor localização, apresento um pouco de Paraty e Angra dos Reis/RJ:

Paraty:
http://www.pmparaty.rj.gov.br/

Angra dos Reis:
http://www.angra.rj.gov.br/asp/index.asp